Folha de São Paulo, 10 - X - 2002

Uma de cada cinco crianças
de países pobres não vai a escola

da France Presse, em Washington

Cerca de 113 milhões de crianças de países subdesenvolvidos não vão a escola, disse hoje o Banco Mundial, por meio de um informe.

"Uma de cada cinco crianças, com pelo menos seis anos, de países em desenvolvimento não está matriculada na escola", afirmou o comunicado do Banco Mundial, apresentado na abertura de uma conferência sobre educação na cidade alemã de Stuttgart e distribuído paralelamente em Washington.

Além disso, cerca de 600 milhões de mulheres e 300 milhões de homens são analfabetos, segundo o comunicado.

"Todo mundo está de acordo em dizer que a educação é o elemento-chave mais importante para o desenvolvimento e a eliminação da pobreza", declarou o presidente do Banco Mundial, James Wolfensohn, em seu discurso de abertura da conferência.

Segundo o comunicado do Banco Mundial, cerca de 40% das crianças não escolarizadas vivem na África subsaariana, 40% estão no sul da Ásia e 15% moram no Oriente Médio e no norte da África.